A DOIS PICADEIROS

Márcio Parma, profissional formado e atuante na área de Educação, fundou em 2003 a Cia Dois Picadeiros, resultado de uma paixão antiga pelo estudo, dedicação e trabalho com as Artes da Magia e do Palhaço.

A Dois Picadeiros oferece serviços de Magia e Ilusionismo, Cômicos ou Convencionais, para todos os tipos de públicos e eventos.

Com muita seriedade e profissionalismo, Márcio, conhecido como Mágico-Palhaço Tachinha, busca constante atualização e aperfeiçoamento de suas artes, mágica e palhaço, através da troca de experiências com artistas renomados, nacionais e internacionais, por meio de conferências, cursos, oficinas e grupo de estudos em circo e magia.

Sempre inovando, a Dois Picadeiros torna seu evento um momento encantador e inesquecível.







MISSÃO

Proporcionar ao público, através das artes do palhaço e da magia, momentos de reflexão, alegria, encantamento e humor, prezando sempre pela satisfação de nossos clientes.



VISÃO

Por meio das artes do Palhaço, da Magia e Ilusionismo, a Dois Picadeiros busca ser referência pela qualidade na junção e uso dessas artes e suas linguagens.



VALORES

• Comprometimento e Ética
• Criatividade e Originalidade
• Diversão e Entretenimento
• Excelência e Qualidade
• Responsabilidade Social

 






Licenciado em Matemática e Educação Física pela Unicamp, Márcio Parma é professor de matemática na rede de Ensino do Estado de São Paulo desde 1995. Iniciou sua formação nas artes mágicas com o Dr. Jamiro da Silva Wanderley, que o apadrinhou como mágico e, desde 1993, vem se aperfeiçoando na arte da magia e do ilusionismo em conferências mágicas como as ministradas por Miguel Ángel Gea (Espanha), David Sousa (Portugal), Mago JIM (México) e, na arte do palhaço através de oficinas e cursos tais como os oferecidos por Léris Colombaioni (Itália) e Teófanes Antônio Leite da Silveira (palhaço Biribinha/Arapiraca-AL), entre outros. Iniciou seus treinamentos de acrobacia de solo, individual e em dupla, acrobacias cômicas e trapézio fixo sob orientação da família Brede e malabarismo e equilíbrio de objetos sob orientação do artista circense Bruno Edson.

É integrante e pesquisador dos grupos: NAM (Núcleo de Artes Mágicas de Campinas) Coordenado por Alejandro Muniz e Mauro Moreno e do grupo CIRCUS (Grupo de Estudos e Pesquisa das Artes Circenses, da Faculdade de Educação Física da Unicamp), coordenado pelos professores Marco Antônio Coelho Bortoleto e Ermínia Silva. É co-autor do livro "Introdução à Pedagogia das Atividades Circenses" (Editora Fontoura, 2008), organizado pelo Prof. Dr. Marco Antonio Coelho Bortoleto. Com Daniel Lopes, desenvolveu, em 2013, o livro "Construção de Aparelhos de Malabarismos com Materiais Alternativos", cuja obra foi contemplada pelo Prêmio Funarte Petrobrás Carequinha de Estímulo ao Circo/2012.

Realizou trabalho voluntário no Hospital das Clínicas da Unicamp como Palhaço Tachinha. Desse trabalho, Márcio foi um dos fundadores e coordenadores da ONG Hospitalhaços, permanecendo no grupo até 2001.

Além de atuar nos espetáculos solo, da Companhia Dois Picadeiros, premiado pelo PROAC (Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo) – Fábrica de Sonhos, dirigido por Teófanes Silveira (o Palhaço Biribinha) e com orientação técnica em magia feita por Felipe Thiago Teixeira da Silva (Mágico Rossini), integra o elenco dos espetáculos: Caramba, quanta bobagem! (Circo Caramba - Direção de Ésio Magalhães) onde atua como mágico-palhaço com direção de mágica, realizada pelo mágico Tato Fischer; Espetáculo Circense Tradicional (Produção Cia Corpo Mágico); Lembranças de Presente (Cia Teatral Turma do Biribinha, Barracão Teatro e Circo Caramba), Magia do Circo (Circo Caramba e Los Circo Los) e Agência Marinelli (Família Burg).